fasttravel23092017

Gastronomia em Las Vegas 🇺🇸

Vegas conta hoje com mais de 1.400 restaurantes e 250 bufês. Difícil mesmo é decidir por um deles. A boa notícia é que em Vegas, quando a fome aperta, sempre tem um restaurante por perto. As especialidades são as mais variadas: francês, mexicano, japonês, italiano, árabe, tailandês, vietnamita, brasileiro e muitas variações de hambúrguer – dos mais populares aos gourmets, com receitas elaboradíssimas. Você poderá escolher entre famosas redes nacionais, como a Cheesecake Factory, no Forum Shops, ou exclusivos restaurantes de grandes chefs internacionais, como o Joël Robuchon, no MGM. A lista é imensa e sempre deliciosa.

Vegas é uma oportunidade imperdível de experimentar a cozinha de chefs badalados a preços mais acessíveis que nas cidades de origem. O preço de uma refeição em um excelente restaurante fica em torno de US$ 35, sem taxas e gorjetas. Nas boas lanchonetes, você irá se fartar por menos de US$ 15.

Se o seu negócio é unir qualidade, variedade e muita quantidade, os bufês são a melhor opção. É quase impossível citar todos os pratos do cardápio, porém é fácil afirmar que eles buscam agradar todos os paladares. Os salões dos restaurantes são enormes, normalmente divididos em “ilhas”, e cada uma serve uma especialidade de comida. É tanta coisa que não dá nem pra ver tudo. No Caesars Palace, por exemplo, são mais de 500 opções que variam desde as mais simples pizzas até os tão sonhados caranguejos gigantes.

Os preços dos bufês – entre $ 9.90 e US$ 50 – variam de acordo com o horário e o padrão da refeição e alguns incluem as bebidas alcoólicas. Uma boa dica para economizar é adquirir o passe chamado “Buffet of Buffets”. Por US$ 49.90 (US$ 64.99 nos finais de semana), você terá acesso livre, por 24 horas, aos seis bufês participantes (com mais alguns dólares você poderá incluir outros dois mais). Os locais são muito disputados e o ideal, para não pegar filas homéricas, é chegar cedo.

Dicas:

– Gorjetas são levadas muito a sério em Las Vegas. O valor pode variar entre 15 e 20% do total da conta.

– A grande maioria dos restaurantes não têm restrições a tipos de roupa, porém alguns mais chiques exigem um “dress code”. Se estiver pensando em ir a um deles, é melhor estar com o visual mais elegante.

– Muitos estabelecimentos têm o serviço de hostess, ou seja, você será recepcionado na porta por alguém que o levará até a sua mesa. Não adianta entrar correndo, passar direto e escolher o lugar que quiser. A regra vale para os bufês.

– Apesar de Vegas ser uma cidade muito noturna, os bufês fecham as portas às 22h e os restaurantes, por volta de meia-noite. No geral, apenas lanchonetes permanecem abertas, mesmo dentro dos cassinos.

– Os horários dos locais são divididos em Breakfast (das 7h às 11h), Lunch (das 11h às 15h) e Dinner (das 15h às 22h) e os preços variam de acordo com cada um.